logo
Direitos reservados Hedflow - 2017 ©
Hedflow | Neil Fallon, frontman do Clutch, está agora na caça de predadores sexuais de crianças nos Estados Unidos
Cobertura de eventos, entrevistas, música, arte alternativa e cotidiano subversivo.
shows; entrevistas, resenhas; cobertura de eventos; festivais; assessoria de imprensa; fotos de shows; fotografia de evento; fotografia; produção de conteúdo; revisão de conteúdo; produção musical; música eletrônica; trilhas sonoras;
18647
post-template-default,single,single-post,postid-18647,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,side_area_uncovered_from_content,footer_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-9.5,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive
 

Neil Fallon, frontman do Clutch, está agora na caça de predadores sexuais de crianças nos Estados Unidos

Neil Fallon do Clutch assumiu um cargo na Fundação Innocent Lives. O objetivo dessa organização é desenmascarar predadores infantis anônimos e levá-los à justiça. Em uma entrevista recente Fallon contou como ele se envolveu na fundação e qual é o seu papel nela.

Quando perguntado por que ele decidiu se envolver, ele respondeu:

 “Alguns anos atrás, Chris Hadnagy (consultor social estadunidense) me pediu para ser um convidado no Social-Engineer Podcast. Nos mantivemos em contato nos anos seguintes. No início de 2017, Chris me pediu para ser membro do conselho. Fiquei incrivelmente lisonjeado. Porém,  fiquei confuso. O meu pensamento inicial foi tentar compreender no que eu poderia contribuir”

E sobre seu papel, ele concluiu:

“Eu entro em contato com pessoas que conheço na indústria entretenimento. É um assunto difícil de abordar. Mas, descobri que as pessoas estão muito dispostas a ajudar. O acompanhamento que é difícil. Além disso, eu participo em votações do conselho e sessões de brainstorming. Trabalhar com o ILF tem sido uma educação real para mim. Como eu disse, eu tenho feito a mesma coisa por 26 anos. As linguagens de TI, os votos da diretoria, a angariação de fundos, redes e etc. eram completamente estranhos pra mim. No entanto, agora tenho um entendimento melhor acerca disso.

fonte: theprp

Opine sobre esta notícia

O que achou disso?